segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

EXPOSIÇÃO DE RUI PAES


EXPOSIÇÃO DE RUI PAES

Pintura e Desenho
Tipo:
Rede:
Global
Início:
Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2010 às 22:00
Fim:
Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010 às 20:00
Local:
ÁRVORE, CRL
Rua:
Azevedo de Albuquerque, 1
Cidade/Localidade:
Porto, Portugal

Descrição

A Árvore inaugurou a exposição de pintura e desenho "Ausência e Desejo" de RUI PAES no dia 22 de Janeiro de 2010, pelas 22h00.
Simultaneamente à inauguração da exposição foi apresentado o livro "Gritoacanto" (poesia) de Glória de Sant’Anna com breve nota elegíaca de Rui Paes e texto de Eugénio Lisboa.

A ver até ao dia 24 de Fevereiro.


“Ausência e Desejo” reflecte aspectos de identidade, amor, desejo, desencontro e da relação entre o Ser e o Outro, o Outro que tanto pode ser o objecto do desejo como a Morte” (Rui Paes)


Rui Paes nasceu em Moçambique, em 1957. Concluiu o Curso de Artes Plásticas – Pintura, da Escola Superior de Belas-Artes do Porto em 1981 e foi Prémio Revelação Árus em 1982.
Em 1988 concluiu o Mestrado em Pintura – M.A.(RCA) – no Royal College of Art (Londres), como bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian e da Beal Foundation, Boston (EUA).
Para além do trabalho de atelier colaborou no teatro e tem executado pintura mural em várias partes do mundo.
Ilustrou seis livros, incluindo o livro infantil “Pipas de Massa” de Madonna (Publicações D. Quixote, 2005) que foi publicado em 40 línguas em mais de 100 países.
Em 2007 integrou o 1º Simpósio Internacional de Pintura de Matosinhos (C.M. de Matosinhos e Cooperativa Árvore).
Em 2008 foi o criador da ideia, Comissário-Geral e co-organizador (com a Cooperativa Árvore) da exposição “[Olhar Picasso] – Picasso e Arte Portuguesa do Séc. XX”, na Galeria Arade da C.M. de Portimão.
De momento está a finalizar as ilustrações para “O Fantasma Trezmelenas”, livro infantil com texto de Alice Vieira, para o Teatro de S. Carlos, em Lisboa; entre outros projectos, o livro didáctico “Giraça e Hipolix”, com texto de Salvador Ferreira e Anabela Cunha e irá completar um mural em França.
Realizou 11 exposições individuais e participou em inúmeras exposições colectivas em Portugal e estrangeiro.
Está representado em colecções no Japão, Médio Oriente, Europa e Estados Unidos.

Exposições individuais:
Galeria Diagonal, Cascais (1983); Galeria Gilde, Guimarães (1985); Galeria Módulo, Lisboa (1989); Galeria Módulo, Porto (1989); Galeria da Universidade de Braga (1992); Galeria Atlântica (1992); Galeria Dario Ramos (1998); “Pipas de Massa”, Teatro Nacional de S. Carlos, Lisboa (2006); "Lotsa de Casha", Chipping Norton Theatre, Reino Unido (2007); “Billie Bargeld”, Neue Theater Espelkamp, Alemanha (2007); “Dar Voz à Poesia”, Centro de Arte de Ovar (2009); “Ausência e Desejo", Cooperativa Árvore (2010).