terça-feira, 16 de março de 2010

Cartaz Publicitário de Cabeleireiro para cães


Cartaz Publicitário existente na Avenida Almirante Reis, nº 160-A, 1000-052 LISBOA segundo o mesmo ele é um apaixonado pelos cães, instalado desde 2002, acolho-vos na minha loja.
O trabalho realizado satisfaz a clientela mais exigente. É graças á qualidade do nosso trabalho, e á fidelidade dos nossos clientes, que temos adquirido uma sólida reputação. O trabalho é sempre efectuado de forma personalizada, tendo em conta um grande respeito pelo animal, quer seja, corte á tesoura, á máquina ou depilação.
Sé é pena que o Senhor Jean Claude Ribot tenha mandado fazer o cartaz publicitário sem primeiro ter corrigido os erros!Ou como diz um amigo do Facebook Quando se está muito tempo na "Francia" dá nisto ...



Segundo Jean Claude Ribot  Garante-vos um trabalho de Qualidade, Tratamento e Ternura.

Diplomado em Paris.que como devem saber? Fica em France!!!

1 comentário:

Jean-Claude Ribot disse...

Senhor Bom Norte.
Eu vi há pouco um artigo no seu blog interessando a minha Loja. Eu estou pasmado que o senhor não teve a coragem para entrar para me fazer essa observação mas, por outro lado, o senhor teve tempo para fazer fotografias de minha publicidade.
Se o senhor tivesse feito o esforço para entrar para falar comigo, o senhor teria sabido que eu não sou português, o que explica uma parte das minhas faltas. Realmente, eu recorri a uma pessoa que teve que me traduzir textos em português correto.
Eu sei que muitos dos seus compatriotas que moraram na França durante de numerosos anos e que não falam praticamente francês.
Quando eu cheguei a Portugal à idade de 44, eu não falava o seu idioma, o que não me impediu de me instalar e de ter uma clientela fiel (1200 clientes). Eu posso garantir que os meus clientes estão mais atentos à qualidade do meu trabalho que da minha gramática portuguesa.
(Diplomado em Paris) como o senhor é muito culto, eu pensei que o senhor tinha aprendido na escola as capitais dos países do mundo.
Na próxima vez quando o senhor quererá denegrir ó difamar as pessoas, seria preferível, para um intelectual como o senhor, de ter a coragem para falar com os interessados.
Cumprimentos
Jean-Claude Ribot