sábado, 1 de janeiro de 2011

O Transportador

1 comentário:

Adelina disse...

Ora ora,faço minhas as suas palavras.
«Não importa a espera,e nunca te esqueças que o mundo dá muitos trambolhões,por isso evita transportar às costas os problemas do mundo».
É preciso saber fazer surf sobre as ondas trazidas pelas tempestades da vida.