quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Queres Jogar


Queres jogar à macaca? Se não gostar pode jogar à mata ou à cabra cega. Eu até sei fazer bruxedo. Estou a brincar não tenhas medo Estás tão cego que não vês a verdade. Temos o mundo na nossa mão e somos o futuro de uma nação. Que grande é a minha maldição. Um futuro que posso contar pelos meus dedos. Sem medos sem rodeios, adoro o princípio e detesto o meio. Sou um pardal que balanceia. Enfrento sem medo um exército de botões comandado por um general de uniforme medalhado pela traça. Cheia está a praça que aguarda o meu enforcamento. Seria tudo mais fácil, se déssemos as mãos e libertássemos a nossa energia. Invadir o mundo com alegria, simples e bela. Bom dia pessoas. Bom dia alegria. Olá mundo. Bem-vindo será o vento que sopra o nevoeiro que torna nublada a mais perfeita manhã. Estou praticamente em casa, falta somente transpor os degraus de uma escada em caracol. Escada que se enrola e me afasta sucessivamente de casa. Sufoco na passagem que me afasta da minha janela Espaço da minha inspiração, rectângulo por onde uma réstia de luz entra, e por onde o mofo teima a fugir. Bloqueio a entrada, barro o teu caminho. Ou tento barrar a minha alma extravasa O amor oferece-me o que eu nunca lhe peço, E tudo o que eu lhe peço ele nunca me dá São os trocadilhos proibidos, perigosas ratoeiras que a vida me deu. Redentor é Jesus que depois de morto ainda continua a sorrir. Insensível é o ser humano, pecador e invejoso que me faz escrever com uma tão grande devoção, São estas as palavras que eu te ofereço com carinho. E como fico amargurado no meu cantinho, abandono os jogos e dedico-me a resolução dos enigmas do amor. A carta está escrita, agora só lhe falta o destinatário.. Bom Norte

1 comentário:

Adelina disse...

Vamos lá enfrentar o mundo com alegria e abrir a mão a cada irmão que espera por nós.
Espera,nem que seja para apenas ler as palavras que lhe são oferecidas com carinho.