sexta-feira, 20 de maio de 2011

A Culpa

1 comentário:

gaivota errante disse...

Um olhar no silêncio,uma atroz dor.
Lágrimas de gente que sente finalmente a paz.E eis que o vento de Norte anuncia que os cobardes se irão de vez,e a arte de quem a tem chegará ao topo quando o sonho for realidade.