sexta-feira, 20 de maio de 2011

Sou uma aranha.

3 comentários:

Eva Gonçalves disse...

:) Muito bom... Somos todos prisioneiros das nossas próprias teias, hoje mais do que nunca...

Maic disse...

Por muito que as aranhas nos rodeiem é preciso não deixar que se poisem e romper a teia se a deixarmos formar-se...! Todavia, no ecosistema, até as teias, as aranhas, incómodas e repelentes têm uma utilidade e uma missão...))
Irene Borges

gaivota errante disse...

Nem todas as aranhas serão nocivas(digo eu),também haverá teias cujo intuito é o de proteger alguma''boa obra''.
Ou simplesmente proteger.