quarta-feira, 3 de abril de 2013


Fotografia do meu amigo José Carita 

Faz sentido ?

O meu polegar percorre todas as cordas, o dedo número 1 carrega o 5 espaço.
Sobe 1 , sobe 2, sobe 3,sobe 4.
Observo e ouço.
Um, dois,dois três, três quatro.
A minha vizinha do ultimo andar sacode o tapete descarregando a sua fúria na parede de caliça.
Ré, lá, colcheia, ré, ré, semi-colcheia, lá, lá.
O meu pé acompanha os movimentos gemidos do tapete
Os movimentos não fazem sentido mas não os consigo parar.
Fã, fã, fã. Bate dona Maria com as suas mãos cheias.
Ré de sétima que é igual ao ré, sacudidela de colcheia
A gíria fadista sopra o seu pó e faz chorar a minha vista.
1,2,3,4, defino disciplina 1,2,3,4.
E as cordas continuam o seu som sofridas, afugentadas pelo destino
Apetece-me chorar a vida, vou tentar chorar em surdina, vou...
Mesmo não indo para nenhum lado.
Sobe 1 , sobe 2, sobe 3,sobe 4.


Bom Norte 

Sem comentários: